terça-feira, 29 de novembro de 2011

Qual o alcance das nossas idéias? Idéia Kardecista por Alexandre Cardia Machado


Qual o alcance das nossas idéias?
Em 2007 e em maio de 2009 apresentamos estudos comparando a tendência de penetração da palavra Espiritismo na internet, usando sempre o mesmo buscador Google e, em 2009, incluímos também a palavra Kardecista. Para termos um parâmetro de comparação, utilizamos duas palavras que representam áreas de conhecimento muito ativo, que são: astronomia e genoma, além de outra área de interesse restrito, que foi a Parapsicologia.
Vimos que o interesse pela parapsicologia cresceu pouco nos dois períodos de comparação: 6% em 2009 e 23% em 2011. O interesse pelo Genoma creceu 41% em 2009 e 78% em 2011, um crescimento comparável ao interesse dispensado ao Espiritismo (71% e 98%) e à palavra Kardecista (80%). Já a Astronomia ganhou de goleada em 2009 e novamente em 2011 (538% e 244%).
Fica aqui uma questão para os leitores: Por que as pessoas estão com a cabeça mais no espaço do que no espírito?

Mais uma vez percebemos que o Espiritismo e mesmo nossa versão Kardecista continuam penetrando na sociedade em taxas comparáveis a um assunto como o do interesse pelo Genoma. Como Kardecista também é Espírita, vamos na mesma balada. Deixamos para trás a Parapsicologia, com um crescimento três vezes menor.
Para abrir mais a sua mente, leia, pesquise! Navegue na Internet: www.google.com.br
Artigo publicado originalmente no Jornal Abertura em Junho de 2011.
Para assinar ou obter números avulsos do Jornal entre em contato pelo email: ickardecista1@terra.com.br
Assinatura do Abertura R$ 40,00 ou US$ 30,00 se no exterior.
Números avulsos R$ 4,00 mais custo do correio.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A ESTÉTICA E A CRÍTICA KARDECISTA - Por Roberto Rufo

A ESTÉTICA E A CRÍTICA KARDECISTA .


" Dizem que a filosofia começa no assombro e termina na compreensão . A arte parte do que foi compreendido e termina no assombro " ( John Dewey em " A Arte como Experiência " ) .

" Que tipo de ideias podemos formar de uma época se não olharmos para as pessoas que a viveram ? Se oferecemos explicações generalizantes , criaremos apenas um deserto e
chamaremos isso de história " ( Johan Huizinga em " O Outono da Idade Média " ) .

" A Igreja Católica , apóstólica , romana é a única instituição do período medieval que sobrevive até hoje " . ( Luis Fernando Veríssimo ) .


No ano de 2010 tive a oportunidade de ler dois livros muito bons e interessantes pelo seu conteúdo teórico. Um deles intitulado " A Arte como Experiência " de John Dewey , publicado pela primeira vez em 1.934 e resultado de uma série de palestras por ele ministradas na Harvard University sobre o mesmo tema. O outro livro tem por nome " O Outono da Idade Média " de autoria de Johan Huizinga, escrito em 1.919 e traduzido agora pela primeira vez em lingua portuguesa a partir do holandês.
Em " A Arte como Experiência " , um dos temas recorrentes para Dewey é que " a função da crítica é reeducar a percepção das obras de arte; ela é um auxiliar no processo de aprender a ver e ouvir. A crítica deve ser catalisadora , não judicativa . Caso contrário , em vez de facilitar a percepção , ela a bloqueia . É o indivíduo que tem uma experiência ampliada e intensificada que deve fazer sua avaliação por si mesmo " .
No livro " Obras Póstumas " , mais especificamente no capítulo " Influência perniciosa das ideias materialistas ", Allan Kardec tece críticas sobre as artes em geral e aponta sua suposta regeneração pelo Espiritismo . Parte do princípio de que as preocupações materiais substituem o interesse pela arte , pois esta estaria diminuída sem a presença da certeza da vida futura. Afirma que o sublime da arte é a poesia do ideal , e que esse só existe na região extramaterial. E questiona : " que inspiração pode trazer ao espírito a ideia do nada ? "
No posfácio do livro O Outono da Idade Média , o historiador Jacques Le Goff ao fazer uma análise da arte nesse período, sempre baseado no conteúdo do livro , aponta que durante algum tempo a Idade Média conseguiu integrar " o recalque numa certa liberdade dos sentidos . Isso foi possível porque o cristianismo medieval havia se revelado capaz de unir duas formas de religião : a religião popular e a religião dos letrados que é ou tende a ser uma religião racionalizada. Ora , no final da Idade Média , conclui , essa união se rompe. O que triunfa é a religião institucionalizada . Isso será ainda mais verdadeiro no século XVI , tanto no catolicismo quanto no protestantismo, com suas aspirações a uma vida sublime " .
Sendo assim a arte deve ser a expressão do divino . É do conhecimento de todos que esse sufoco só foi superado com o surgimento do Renascimento . Mas para as religiões , desde aqueles tempos, bem como para as ideologias surgidas no século XX, o mundo das representações artísticas pertence às superestruturas, aquelas providas de certezas universais . É justamente nesse erro que incorre Allan Kardec , ao afirmar que " a decadência das artes , no século atual , é o resultado da ausência de fé e de toda crença na espiritualidade do ser " ( Obras Póstumas , idem ) . Faltou a ele um olhar mais apurado para o modo de vida , a vivência das pessoas de sua época , enfim para as infraestruturas da sociedade . Sua crítica ainda está alicerçada no paradigma medieval ( fato comum em sua época) onde a arte deve ser a expressão do sublime que já existe, está colocado, faltando apenas ser " descoberto " . O Espiritismo teria essa missão estética .
Percebam , como é difícil ser um espiritualista renovado e ao mesmo tempo estar livre das amarras da religião .
Mais adiante Kardec faz uma afirmação que explicita sobremaneira o seu pensar sobre como a arte deve se comportar: " é matematicamente exato dizer que , sem crença, as artes não têm vitalidade possível, e que toda transformação filosófica arrasta, necessariamente , uma transformação artística correspondente " ( Obras Póstumas , idem) . Esse tipo de arte jamais termina no assombro como preconiza Dewey , pois não passaria de uma mera cópia do Perfeito. Interessante que no século XX o nazismo , o fascismo e o comunismo ( meu Deus , quanta bobagem o ser humano já foi capaz de criar ) , também pensavam a arte a reboque, a serviço da causa ideológica . Não é muito diferente . Kardfec profetiza que " assim como a arte cristã sucedeu a arte pagã , transformando-a , assim a arte espírita será o complemento e a transformação da arte cristã " . ( Obras Póstumas , idem).
Indago : seria a arte espírita capaz de eliminar o preconceito , notadamente no campo reencarnacionista? Estaria apta a ultrapassar muralhas decorrentes dos hábitos e costumes, enfim de tornar o mundo um lugar melhor para se viver? Seria capaz a arte espírita de vivenciar uma fase de protesto e depois se obter uma reação compensatória? Não creio , pois em geral as artes espiritualistas, bem como as ideológicas, eliminam de antemão o " experimental humano ", pois partem de algo já dado . Esse experimental humano nas felizes palavras de Jacques Le Goff " é tudo aquilo que a pessoa constrói no plano da afetividade , da emoção e com seu consequente redescobrimento ". ( O Outono da Idade Média , idem).

Publicado Originalmente no Jornal Abertura - Abril 2011.
Para assinar ou obter números avulsos do Jornal entre em contato pelo email: ickardecista1@terra.com.br


Roberto Rufo .

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Quer comprar o CD dos anais do XII SBPE ( XII Simpósio Brasileiro do Pensamento Espírita - 2011) ?


Entre em contato com a secretaria do ICKS, fale com Danielle ou pelo email ickardecista1@terra.com.br
CD XII SBPE - R$ 10,00 mais custos de correio.
CDs do VIII ao XI - custo de R$ 5,00 mais custos de correio.
Ou ligue para (13) 32842918.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

XII SBPE Segue na Vanguarda do Pensamento Espírita


Um verdadeiro festival internacional de cultura espírita. Realizado com sucesso, o XII SBPE contou com 85 inscritos e com 18 apresentadores. Somados aos trabalhos, tivemos a exposição “25 anos de Jaci Régis através das páginas do Jornal Abertura” e inaugurada no primeiro dia do Simpósio, por Palmyra Régis, viúva de Jaci Régis. Contamos também com três eventos paralelos: a Reunião anual da CEPA Brasil, a Reunião do Conselho da CEPA e o Bazar de Natal do Lar Veneranda. Todas estas atividades movimentaram mais de 120 pessoas, nestes quatro dias de Simpósio.

A presença dos amigos que vieram de longe, de várias partes do Brasil e também da Argentina nos mostram que trabalhar duro vale a pena, nos ajuda a olhar para frente sem parar muito para pensar nos pequenos problemas que esta marcha acaba por enfrentar. Problemas são oportunidades de crescimento, assim definem os gurús da qualidade. Realizar este Simpósio nos fez crescer e renovar o fôlego para realizarmos o XIII SBPE em 2013. Este espaço único aberto à contribuição individual, sem convites especiais é um espaço democrático que não pode ser perdido.

Estamos organizando o XIV SBPE – Simpósio Brasileiro do Pensamento Espírita

30 de outubro  a 1° de novembro de 2015.

Será realizarado em Santos, na antiga sede do ICKS, hoje colégio Angelus Domus, na avenida Francisco Glicério, 261, Gonzaga – antiga sede do ICKS.

Como se inscrever

Preencha a ficha abaixo e encaminhe ao ICKS pelo correio, endereço Rua Evaristo da Veiga, 211 Santos –SP  - CEP 11075-001 ou escaneie e envie por email, ao ickardecista1@terra.com.br . Ou então ligue no (13) 33247321.

Nome:............................................................................................
Cidade:..........................................................................................
Profissão: .....................................................................................
Instituição de que participa:.......................................................
Tipo de Inscrição: ( ) A vista ou ( )número de parcelas
Vai precisar de Hospedagem: ( ) Sim ou ( ) Não 
E.mail e telefone.


Entre em contato com o  ICKS  por email para ickardecista1@terra.com.br. Precisamos de seu nome, endereço, telefone, email e forma de pagamento de sua escolha, veja detalhes a seguir.


O valor da inscrição até o dia 30 de julho é de R$ 90,00 depois desta data passa para R$ 110,00 que pode ser parcelado em até 3 vezes, com a secretaria do ICKS.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Alexandre Cardia Machado no Fronteiras da Ciência


Editor do Jornal Abertura, Alexandre Cardia Machado, esteve no programa Fronteiras da Ciência, da TV Santa Cecília de Santos, no dia 06 de novembro. Alexandre tratou do tema Ciência Espírita, e foi grande o número de telefonemas e perguntas de telespectadores. Durante o programa, que é apresentado pelo Engenheiro Jadir Albino, foi feito convite para a participação do público no XII Simpósio Brasileiro do Pensamento Espírita e, claro, também foi destacado o Jornal Abertura.
O programa é transmitido ao vivo, aos domingos, a partir das 19 horas, com reprise no sábado seguinte, às 21 horas. O site do programa é http://www.fronteirasdaciencia.com.br/ e os interessados podem assisti-lo no endereço http://www.mundomaior.com.br.