segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Abrindo a mente - Como trabalhar com a terceira idade, para desenvolver trabalhos com metodologia científica? por Alexandre Cardia Machado

 

Abrindo a mente

 

Como trabalhar com a terceira idade, para desenvolver trabalhos com metodologia científica?

 

No ICKS durante 8 anos incentivamos nossos membros a desenvolver trabalhos com metodologia científica, foram quatro estudos que desenvolvemos, conforme pode ser visto abaixo:

 

ü  2011 - XIII – Penetração de nossas ideias.

ü  2012 - XXI Congresso CEPA - Análise da evolução do conceito de Reencarnação ao longo das obras de Allan Kardec.

ü  2013 - XIII SBPE - Pode o Espiritismo ser considerado Ciência da Alma? Uma análise epistemológica da proposta do pensador espírita Jaci Régis;

ü  2015 - XV SBPE - Somos Progressistas?

 

O primeiro obstáculo, já que a média etária, durante estes anos variou de 65 e 72 anos, onde muitos de nossos sócios não tinham experiência anterior no desenvolvimento de trabalhos com estas característica, com segurança foi vencer o medo. Fazê-los acreditar que com métodos e coordenação isto seria possível.

 


O primeiro trabalho foi muito especial para todo o grupo, pois foi desenvolvido para o primeiro SBPE sem a presença de Jaci Régis, tamanha responsabilidade exigiu muito de nosso grupo, fizemos diversas exposições, relatos, cronologia e vídeo – sobre a penetração das ideias apresentadas nos 10 SBPEs anteriores e uma exposição sobre o papel deste jornal neste objetivo de ampliar os temas espíritas.

 


O segundo experimento foi preparar um trabalho para o XXI Congresso da CEPA, não houve tempo de ensinar metodologia científica, então contamos com os mais novos para coordenar e fazer a redação do trabalho, de todo modo foi um trabalho de pesquisa bibliográfica, de comparação de textos e de traduções, bastante complexo.

Resultou no V Caderno Cultural do ICKS, lançado em 2013, o fato de já ter sido publicado acreditamos, deva ter sido uma das razões de não ser incluído no livro “Perspectivas Contemporâneas da Reencarnação”.

 


Para o XIII SBPE buscamos apoio para aumentar o conhecimento do grupo sobre epistemologia decidimos convidar a professora Doutora em Filosofia Conceição Neves Gmeiner da Universidade Católica de Santos, para nos dar um curso sobre Teoria do Conhecimento e Ontologia. Com isto nos foi possível enfrentar a proposta de análise epistemológica.

 

Já para a empreitada de 2015, onde decidimos como objeto de pesquisas, rever todas as edições anteriores dos jornais Espiritismo e Unificação e Abertura, resolvemos começar com um treinamento em metodologia científica, apresentado em duas reuniões por mim.

 

Os resultados falam por nós mesmos, estão nos anais dos simpósios, no Caderno Cultural, mas principalmente os maiores vencedores foram nós mesmos que nos divertimos e trabalhamos juntos como uma grande equipe.





 

Para abrir mais a sua mente: V Caderno Cultural – ICKS, pedidos pela cópia eletrônica pelo e-mail – ickardecista1@terra.com.br.

 Nota: Artigo originalmente publicado no Jornal Abertura de Santos.

Gostou? Você pode encontrar muito mais no Jornal Abertura – digital, totalmente gratuito.

Acesse: CEPA Internacional

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário